quinta-feira, 29 de outubro de 2009

29 de outubro Dia N. do Livro

Minha cabeceira com o livro que estou lendo e os que estão na fila




Muito se diz sobre a leitura e a gente sabe que ainda se lê muito pouco. De fato, enquanto nossos vizinhos colombianos lêem, em média, 2,4 livros por habitante/ano - sem falar nos 5 de EUA e Inglaterra ou dos 7 per capita da França - nosso índice de leitura permanece nos 1,8 livros por brasileiro a cada ano.
A edição de livros diminuiu em 50% menos do que imprimiam as editoras duas décadas atrás. E também sabemos que apenas um entre cada quatro brasileiros consegue ler e compreender um texto mais longo, já que um deles é analfabeto e os outros dois são analfabetos funcionais, aqueles que mal conseguem escrever ou ler mais do que um simples bilhete.
Ok, agora já existe um bom motivo para os incrédulos dizerem que esse País não tem jeito mesmo, ninguém lê e nem vai ler. Ponto final.
Porém, essa não é uma verdade, eu mesma quando estive Secretária de Cultura em Nova Friburgo criei uma Sala de Leitura no bairro de Olaria, um bairro popular, 'Sala de Leitura Cecilia Meireles'. E posso garantir que se engana quem pensa que não existem pessoas - crianças, jovens, homens, mulheres, idosos - que acreditam na força do livro e da leitura como uma mola propulsora da inclusão social e promoção da cidadania, além de fonte inesgotável de prazer e do conhecimento.

9 comentários:

Anônimo disse...

Olha, te confesso que tenho lido muito pouco! Esse ano todo li apenas um livro e para o meu trabalho. Quem sabe quando eu me aposentar?
Abs
M.Peralta

Liciane disse...

Vc criou uma sala de leitura!!! Que máximo!!!
Eu tbm acredito no poder da leitura!
Pena que as pessoas não têm esse costume aqui no Brasil, mas ainda bem que alguns colégios incentivam as crianças desde pequenas. A minha filha traz da biblioteca do colégio toda a semana um livro diferente, e tenho comprado bastante também. Ela está adorando!
Adorei o post.
Beijos amiga e ótimo dia!

! Marcelo Cândido ! disse...

Se as pessoas lessem mais por aqui não teríamos tantos ignorantes por conta própria...

Boa iniciativa
!!!

Cris disse...

eu adoro ler e estou sempre incentivando outras pessoas, ainda mais a criançada!
bjs, Cris

Bleeding_Angel disse...

Bem... por sorte meus pais saum leitores natos e eu desde pequeno sou fascinado pela leitura. Me alfabetizei com quatro anos de idade em ksa msm, sempre fui autodidata, mas enfim... eu acho q compreendo o q ocorre no Brazil, a culpa eh das escolas.
Isso msm! Das ESCOLAS!
Naum podemos cobrar q a crianca venha incentivada de ksa, pois sabemos q a realidade cultural no Brazil eh triste e, qndo a crianca chega na escola, vamo combinar, jah vaum "empurrando" pra ela livros complikdissimos! Dakeles q a crianca tem q ler com o dicionario em maos, ai naum ha prazer pela leitura q aguente.
Devia ser algo mais leve...
Tente fzer com q leiam harry potter primeiro pra ver se elas naum vaum gostar?
Com ctza gostarao!
Mas enfiar Memorias Postumas de Bras Cubas, Iracema, goela abaixo de uma pessoa q nunk teve contato com leitura pode ser traumatizante.
Naum q eu naum goste dessas obras, mto pelo contrario, memorias postumas eh uma de meus livros favoritos, mas a pessoa jah tem q ter uma evolucaum cultural maior pra poder absorver e valorizar isso.
Bem... eh minha opiniaum, acho q mtos conceitos deviam ser revistos.
Estou aki por indicacaum da Liciane, parabens pelo blog.
Bjos

Milla disse...

Ler é tudo de bom!
Mas incentivo que é bom, nada.
Estou aqui por indicação da Lici.

Gostei do teu cantinho!

Bjokas

CooKie disse...

acho que livro é um mundo todo dentro de paginas...
e é tão boa a sensação!

railer disse...

eu estou sempre com um livro na mão, inclusive em outros idiomas para aperfeiçoá-los. gosto muito e incentivo os outros a lerem.

Anônimo disse...

Uma maravilha essa postagem! Minimamente deveriamos ler 10 livros por ano, já que o ideal são 12, 1 a cada mês.
Eu ainda estou a desejar com a meta!

Maria Amália